arquivo

Diversos

Um sonho cada vez menos distante… ir de bicicleta ao trabalho!
Aguardando o dia que o GDF irá criar uma ciclovia na EPGU :).

Mini Documentários para entender Brasília aos 50 anos.

O transporte intermodal é uma alternativa para grandes manchas urbanas. Levar sua bicicleta dentro do metrô é permitido em Brasília. Neste mini documentário, Artur mostra como vai do Guará, um dos primeiros suburbios do DF, para o a Esplanada de Ministério sem precisar usar o carro. Ele economiza no tempo, no bolso e na poluiçao.

Ver o post original

Anúncios

Primeiro E-commerce, parceria Sebrae e Mercado Livre, já está no ar! http://www.primeiroecommerce.com.br/

Em poucas palavras Andrew McAfee comenta no video “Enterprise 2.0 and Social Business” algumas idéias sobre o termo cunhado por ele: Enterprise 2.0.  O termo remete a capacidade das empresas de utilizar o aparato da Web 2.0 na gestão do conhecimento. Ele expõe algumas ideias no vídeo sobre o assunto, mas o que mais me chamou atenção é algo que já comento há algum tempo com alguns colegas de profissão: algumas empresas acreditam que criar uma intranet e gerar conteúdo é fazer uma boa gestão do conhecimento.

Mesmo hoje existindo uma vasta gama de ferramentas colaborativas (oriundas da Web 2.0) para facilitar a troca de conhecimento nas empresas, a maioria delas ainda se encontra no paradigma das “intranets engessadas” com apenas poucos colaboradores gerando conteúdo que será consumido pelo resto da companhia. No video, Andrew ainda cita que a maioria dessas intranets não fazem uso do ferramental Web 2.0.

O que falta para as empresas adotarem um modelo mais eficiente de colaboração? Seria o medo oriundo da perda de controle? Gerar complexidade com requerimentos de Segurança da informação? Falta de visão? Fica a questão. E na sua empresa, como funciona a gestão do conhecimento?

Para quem se interessou e quiser saber mais, basta procurar o artigo em que ele fala sobre o tema:  “Enterprise 2.0: the dawn of emergent collaboration”.

VirtualBox é um software de virtualização desenvolvido pela Sun Microsystems que posteriormente foi comprada pela Oracle que, como o VMware Workstation, visa criar ambientes para instalação de sistemas distintos. – Wikipedia

Nesse tutorial vamos instalar a versão da Oracle no Ubuntu 11.04. A versão OSE que se encontra no repositório do Ubuntu está defasada ou não possui todos os recursos que iremos utilizar aqui.

Alguns passos que iremos seguir foram retirados do próprio site do produto.

Read More

No Ubuntu existem diversos programas que auxiliam na manutenção dos iPods de seus usuários, dentre eles destacaria o GtkPod , plugins do Rythmicbox e o Banshe (adotado na versão 11.04). Tentei todas as combinações possíveis e não consegui configurar o meu iPod Shuffle (2a geração) no Ubuntu. Em buscas na internet parece que existe um problema relacionado com essa versão do aparelho. Depois de muito procurar e testar eu consegui uma combinação de programas que me deixa copiar as músicas que eu quero de forma rápida e sem maiores dores de cabeça para meu iPod:

hfsprogs + gtkpod + rebuild_db (ou shuffledb) Read More

Oracle JDeveloper Brand

Hoje tive a oportunidade de experimentar a nova versão do Oracle JDeveloper. Dentre várias correções de bugs (aproximadamente 700 de acordo com a Oracle) temos algumas novas funcionalidades, dentre elas as principais são:

  • Agora o JDeveloper Extension Framework utiliza OSGi: Com essa atualização o framework de extensões do JDeveloper poderá realizar lazy-loading de extensões, resultando em um melhor tempo de inicialização e melhor performance geral. (Testado e confirmado! O tempo de inicialização já é notadamente menor em relação às outras releases 11.x.x)
  • Melhoria na performance do JDeveloper Performance: Outras melhorias foram feitas para melhorar a performance da IDE.
  • Integração com Maven: JDeveloper agora suporta o Maven 2.
  • ADF Skin Editor: Novo editor de Skins para o ADF. (Ainda não testei, mas parece interessante)
  • JSF 2.0: Suporte para o JSF 2.0 e para aplicações ADF.

Maiores informações podem ser encontradas no site do produto.

Infelizmente para quem utiliza a IDE para projetos SOA ou WebCenter esta versão ainda não vem com suporte para estas tecnologias. A versão mais recente com suporte seria a 11.1.1.5.

Outro ponto que poderia ser melhorado em futuras versões é a possibilidade de diminuir o tamanho total da instalação do produto em disco. Essa versão está com o tamanho de 1.432,0 MB !!! Tudo bem que isso inclui servidores como o WebLogic embutido, mas mesmo assim poderia ser menor, deixando para o usuário escolher quais produtos “extras” gostaria de instalar.

A versão Studio sai de fabrica "inchada" demais.

Neste tutorial tratarei dos passos necessários para se ter o runtime ADF instalado em um servidor WebLogic rodando em ambiente linux. Não irei tratar neste guia os passos necessários para instalação do servidor Weblogic.

Read More

%d blogueiros gostam disto: